CEFET-MG

Perfil sócio-econômico de Araxá

Localização
Araxá está situada no Alto Paranaíba. Uma região famosa por sua terra fértil e pelas belezas naturais da Serra da Canastra e da Serra da Bocaina. A BR-262 é a principal via de ligação terrestre com Belo Horizonte.
Perfil sócio-econômico
É uma cidade pólo da microrregião do Planalto de Araxá, conta com 80 mil habitantes e possui uma densidade demográfica de 57,72 hab/Km 2..
É a 25ª cidade mineira em participação no consumo, detendo 0,68% do total estadual.
Em um raio de 600 Km, a partir de Araxá, está a região de maior concentração populacional do País, com 73% do PIB Nacional e uma população de 43 milhões de pessoas.
A cidade possui atividades econômicas bastante diversificadas. A agricultura e a pecuária ocupam lugar de destaque, com nível tecnológico sensivelmente superior ao do estado. A indústria apresentou grande desenvolvimento nos últimos anos. Chegou a ser considerada pelo PMDES – Plano Mineiro do Desenvolvimento Econômico e Social, como região de desconcentração urbano-industrial de Minas.
O setor industrial – principalmente a mineração e metalurgia, constitui-se na principal fonte de emprego e renda do município. Hoje, convive com o turismo, a agropecuária e o meio ambiente.
A extração mineral é representada por empresas como a Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração – CBMM, a Vale Fertilizantes e a Codemig, Elas recebem a maioria dos alunos para estágio, além de contratarem uma boa parte dos formandos.
No município está a 2ª maior reserva de nióbio conhecida no mundo que é explorada pela CBMM. O minério de apatita de alto teor é beneficiado pela Vale Fertilizantes que o transforma em fertilizantes fosfatados indispensáveis para a agricultura. Ainda são encontrados minerais como titânio, que possui grande importância nas indústrias químicas e de ligas de aço.
A indústria de transformação de alimentos é a que mais cresce no município, apresentando um índice de 137,5% nos últimos 10 anos.
Segundo pesquisa realizada por Maria Beatriz Brandão Rocha sobre “Levantamento do Meio Físico do Município de Araxá-MG, Utilizando Técnicas de Geoprocessamento”, nos últimos 20 anos, a área urbana de Araxá cresceu 123,20%. Em 1980, a população do município era de 53.400 e a de 2000, 78.997 habitantes, conforme censo do IBGE.
A área utilizada para agricultura foi ampliada em 93,84% e a de exploração mineral, em 109,50%.  De acordo com números da Bunge Fertilizantes – hoje Vale Fertilizantes, lavraram-se 4.544.168 toneladas de minério, enquanto que, em 2005, o total extraído foi de 4.544.168 toneladas. Na CBMM, a exploração de minério atingiu um total de 740.572 toneladas, em 1985; já em 2005, foram extraídas 2.530.00 toneladas de minério. Nesse mesmo período, houve um crescimento de 536,26% na área de reflorestamento dentro das propriedades das mineradoras.
Houve uma redução na área de pastagem de 20,79%. Mesmo assim, o IBGE identificou aumento na bacia leiteira. Em 1985, foram produzidos 30 mil litros de leite de vaca, ao passo que em 2005 o número saltou para 22.706.050 litros. Este crescimento se deu em função dos avanços tecnológicos no campo, como a pesquisa genética, o melhoramento das pastagens, ordenha mecânica, armazenamento do leite em tanques refrigerados antes do transporte para cidade, dentre outros.
De 2001 a 2005, foram implantadas 44 novas empresas nos Distritos Industriais. O faturamento do setor comercial cresceu 124,7%, o industrial 329,3% e o de serviços 105,7%. O Sine colocou 11.736 pessoas no mercado de trabalho. O Ministério do Trabalho informou que foram gerados 11.500 novos empregos formais e informais.