CEFET-MG

Histórico

O Cefet
O Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais é uma autarquia vinculada ao Ministério da Educação. Suas atividades tiveram início em 1910 com a criação da Escola de Aprendizes e Artífices, em Belo Horizonte. Passou por várias denominações até se tornar referência nacional no ensino tecnológico. Do objetivo inicial de se promover ensino profissional primário gratuito passou a ministrar ensino técnico de nível médio. Hoje oferece cursos de ensino superior, pós-graduação lato-sensu e stricto-sensu. Possui nove campi, um deles em Araxá. A Unidade de Ensino Descentralizada de Araxá foi criada em 1992.
Antecedentes
O Programa de Expansão e Melhoria do Ensino Técnico – Protec, criado em 1986 durante o governo do Presidente José Sarney, abriu caminho para a interiorização do ensino técnico no país. Nessa época, os CEFETs situavam-se somente nas capitais.
A criação de uma unidade de ensino do Cefet-MG em Araxá surgiu do anseio da comunidade local, principalmente o empresariado, de se propiciar, para a cidade e região, ensino técnico gratuito e de qualidade aliado à formação integral do homem. Também se inseria dentro do projeto do Protec.
A Secretaria Municipal de Educação de Araxá, em seu “Plano Municipal de Educação”, de 1990, destacava como uma alternativa para as demandas do município, em relação à mão-de-obra qualificada de nível técnico, a necessidade da Profissionalização no Ensino de Segundo Grau.
Os trâmites
Em 13 de abril de 1991, o Deputado Federal Aracely de Paula encaminhou ao MEC-Senete ofício no qual solicitava a encampação da Eminas-Araxá pelo Cefet-MG. O deputado procurou o Professor Paulo Marcos Nessralla, então chefe do DE-II do Cefet-MG, em BH, para que conduzisse todo o processo.
Em 18 de maio, o Diretor-Geral do Cefet-MG, Professor Luiz Fernando Gomes Guimarães, após análise de toda a diretoria da instituição, decidiu pela viabilização do projeto.
Em julho, a Prefeitura Municipal de Araxá torna-se parceira do Projeto. O Prefeito Waldir Benevides de Ávila e a Secretária Municipal de Educação, professora Maria Auxiliadora Ribeiro, visitam os campi I e II do Cefet-MG. Em conjunto, definiram a imediata elaboração do projeto base.
Em 13 de novembro, a Secretaria Nacional de Educação Tecnológica do MEC informou ao Deputado Aracely de Paula o interesse do ministério na transformação da Eminas em unidade do Cefet-MG.
Em novembro, o Professor Luiz Fernando Gomes Guimarães encaminhou ao senhor Secretário Nacional de Educação a documentação relativa à criação da Uned/Araxá. Solicitou, ainda, a autorização para funcionamento a partir de 1992.
Em 4 de fevereiro o Ministro da Educação, Professor José Goldenberg, assinou a portaria nº 215 que autorizou o funcionamento da Uned/Araxá. Já no dia 5, o Professor Paulo Marcos Nessralla foi designado para responder pela direção da unidade. Na semana seguinte, tem início a reforma física do prédio. O primeiro Exame de Classificação aconteceu no dia 27 do mesmo mês. 228 candidatos se inscreveram, dos quais 176 foram aprovados.
O ano letivo teve início em 16 de março. A aula inaugural foi proferida pelo Professor Gilberto Sotto Mayor, Diretor de Ensino do Cefet-MG.
Durante dois anos, a unidade funcionou com apoio da Prefeitura Municipal de Araxá, através de convênio firmado, a qual se responsabilizou pela manutenção financeira do quadro de pessoal, material de consumo e outras despesas. Ao Cefet-MG coube a responsabilidade pela autonomia didático–científica e administrativa da escola.
Com a realização de concursos públicos, a partir de 1994, para provimento das carreiras docente e técnico-administrativa, o governo federal assumiu a responsabilidade pela total manutenção e funcionamento da Uned.
Dados gerais
Inicialmente foram oferecidos os cursos técnico-industriais de Eletrônica, Mecânica e Mineração. Em 2001, foi implantado o de Edificações. O curso superior de Engenharia de Automação Industrial teve início em 2006,e em 2007,começou a vigorar a modalidade EJA. A aula inaugural do curso de Engenharia de Minas aconteceu em 3 de agosto de 2010.